Eleções Presidenciais 2014 - Parece Futebol!!!

Considerando-se a diferença numérica de votos entre os dois candidatos à presidência, Dilma Rousseff do PT e Aécio Neves do PSDB, a eleição presidencial de 2014 foi a mais acirrada da jovem história democrática do nosso país.

Além disso, notei um maior interesse do povo pela política, cheguei a ouvir amigos comentando, com tom de crítica, que as pessoas estavam discutindo política como se fosse futebol. Há dois lados a se ponderar aqui. O envolvimento e a discussão de ideias são extremamente salutares à democracia. Mas há ressalvas, não devemos fazer acusações infundadas nem proferir ofensas, mas sim cobrar investigação séria e fomentar a discussão de ideias.

Precisamos nos importar com a política, afinal a cada dia os políticos possuem mais poder de decidir "o que é melhor para o povo". E, assim, seus atos são cada vez mais determinantes para os rumos do nosso país.

Espero que esse interesse do povo pela política do nosso país continue, precisamos ficar atentos aos atos dos políticos, atentos ao respeito às nossas liberdades, atentos aos movimentos de censura, atentos a toda e qualquer proposta de reforma constitucional.

Precisamos nos conscientizar que os representantes eleitos pela maioria possuem mandatos para prestar serviços à nação e em prol do desenvolvimento desta e não para se locupletarem com o poder. Nós, cidadãos e pagadores de impostos, somos os empregadores dos políticos e, portanto, responsáveis por cobrar deles o cumprimento de seus mandatos de forma honesta e competente. Devemos fiscalizar diariamente, devemos falar de política, trocar ideias com com os amigos. Devemos cumprir nosso papel de cidadão politizado e dar exemplo às nossas crianças.

Por fim, se o país do futebol passar a direcionar um pouco dessa paixão à política, quem sabe conseguiremos nos politizar ao ponto de perceber que quem sabe o que é melhor para nossas vidas não é o governo, mas nós mesmos.

Comentários

Postagens mais visitadas